Porta da Estrela
Edição de 15-09-2017
Secções

Pesquisa

Utilidades
Subscrever RSS Subscrever RSS
Arquivo
Inquéritos
Última Hora
Pesquisa Avançada
Futebol
Farmácias
Tempo
Registo
Estatuto Editorial
Ficha Técnica
Assinaturas
Links

Registo

Arquivo: Edição de 31-07-2017

SECÇÃO: Política

Fabíola Figueiredo defende integração do Hospital de Seia no Centro Hospitalar de Viseu

Fabíola Figueiredo e Miguel Clara lideram candidaturas à Câmara e Assembleia
Fabíola Figueiredo e Miguel Clara lideram candidaturas à Câmara e Assembleia
A presidente da Comissão Política Concelhia do PSD de Seia, Fabíola Figueiredo, é a candidata social-democrata à presidência da Câmara Municipal nas eleições autárquicas de 1 de Outubro. Fabíola Maria de Almeida Figueiredo, 35 anos, médica, natural de Seia e residente em São Romão, lidera uma «candidatura diferenciadora», por ser encabeçada por uma mulher, o que acontece pela primeira vez, e pelas ideias que apresenta ao eleitorado do município de Seia. No seu programa de candidatura inclui várias propostas em áreas como a saúde, o emprego, o empreendedorismo, as acessibilidades, o turismo e o apoio aos idosos e aos jovens.
Na saúde, a social-democrata defende a saída das instituições do concelho de Seia da alçada da Unidade Local de Saúde (ULS) da Guarda e a integração no hospital de Viseu. Referiu que a agregação com a ULS da Guarda representou «grandes prejuízos» para os doentes do concelho, uma vez que passaram a percorrer maiores distâncias para o hospital da Guarda, quando para Viseu «a distância é menor». «É isso que as pessoas querem e é uma realidade que é justificável», apontou.
Em matéria de acessibilidades, Fabíola Figueiredo referiu a necessidade de serem construídos os Itinerários Complementares IC6, IC7 e IC37, por serem «fundamentais para fixar o tecido empresarial» no concelho de Seia. «O nosso concelho enfrenta, há muito, enormes e urgentes desafios, que exigirão compromissos sérios, audazes e conjuntos para que a igualdade de oportunidades de realização pessoal e profissional de cada um seja uma realidade», afirma a candidata social-democrata.
Segundo Fabíola Figueiredo, «com firmeza, responsabilidade, persistência e força de um percurso próprio, estes poderão ser enfrentados e ultrapassados com sucesso».
A candidata está «confiante na vitória», vaticinando que «pode haver uma grande surpresa» no dia 1 de Outubro, porque «as pessoas estão motivadas para a mudança». «Vamos estar aqui dia 1 de Outubro e vamos falar que realmente se virou uma página, porque eu nunca vou para perder, nunca!

Candidatos em todas as freguesias

A candidatura social-democrata à presidência da Câmara Municipal de Seia, Assembleia Municipal e Juntas de Freguesia foram apresentadas publicamente no passado dia 15 de Julho, numa sessão que contou com as presenças de Carlos Peixoto, Virgínia Estorninho, António Leitão Amaro, Fernando Ruas e Maria Luís Albuquerque.
Na sessão, que decorreu junto ao Mercado Municipal e que juntou cerca de 80 pessoas, foram apresentados os nomes de 18 candidatos às freguesias do concelho de Seia. Faltam apenas decidir os líderes em Alvoco da Serra, Santiago e Teixeira. Fabíola Figueiredo – a quem já chamam «mulher coragem», como realçou o apresentador da sessão – referiu ser «muito difícil, num concelho com estas características autárquicas ao longo dos anos, conseguir formar listas, ter pessoas que tenham coragem, disponibilidade e que assumam aquilo que pretendem para o concelho». Por isso, considera ser «uma grande vitória para o partido porque pela primeira vez vamos ter candidatos em todas as freguesias e isto é extremamente importante e assinalável», salientou.
Nas últimas eleições o partido, em coligação com o CDS-PP, apresentou 16 listas, tendo ganho 4: Girabolhos (o único que se recandidata), Sabugueiro, Sandomil e Santiago (que vai avançar com uma lista independente).
Desta forma, os candidatos já conhecidos são os seguintes: António Nélson Garcia (Girabolhos), Sónia Santos (Loriga), Carlos Dias (Paranhos da Beira), António Martins (Pinhanços), Eduardo David (Sabugueiro), Marlene Brito (Sandomil), Wilson Cardoso (Santa Comba), Marco Pina (Sazes da Beira), Ana Garcia (Travancinha), Sandra Henriques (Valezim) e Anselmo Rodrigues (Vila Cova). José Luís Oliveira vai ser o candidato à União de Freguesias de Carragozela e Várzea, Artur Mota (Sameice e Santa Eulália), António Gomes (Santa Marinha e São Martinho), Pedro Marques (Seia, São Romão e Lapa dos Dinheiros), João Coragem (Torroselo e Folhadosa), Armando Almeida (Tourais e Lajes) e Luis Abrantes (Vide e Cabeça).
Para encabeçar a lista à Assembleia Municipal foi escolhido o advogado Miguel Mendes Clara, de quem Fabíola Figueiredo espera que «torne uma Assembleia viva, não apenas de presença» e que seja feito «um trabalho diferente daquele que se tem viso até agora.
A candidatura tem como mandatários António Santos, Valdemar Reis (financeiro), Nélson Rebelo (juventude) e Luis Abrantes será o director de campanha.
No actual executivo municipal de Seia, presidido pelo socialista Carlos Filipe Camelo, o PS tem a maioria, com cinco elementos, e o PSD/CDS-PP possui dois.

Siga-nos no twitter

Úteis

O Meu Jornal

Notícias Relacionadas

Subscreva as nossas noticias via RSS

Produzido por ardina.com  
© Porta da Estrela - Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Email do Porta da Estrela: geral@portadaestrela.com.
  Topo