Porta da Estrela
Edição de 31-10-2017
Secções

Pesquisa

Utilidades
Subscrever RSS Subscrever RSS
Arquivo
Inquéritos
Última Hora
Pesquisa Avançada
Futebol
Farmácias
Tempo
Registo
Estatuto Editorial
Ficha Técnica
Assinaturas
Links

Registo

Arquivo: Edição de 14-04-2017

SECÇÃO: Cultura

Concelho de Seia ganha projeção internacional na Sétima Arte

foto
O concelho de Seia ficou eternizado na história do cinema mudo português e europeu através do lançamento da edição DVD Mulheres da Beira/Os Lobos, e que contém dois filmes mudos realizados pelo italiano Rino Lupo em 1921 e 1923.
A apresentação decorreu na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema (CP-MC), em Lisboa, a 12 de abril, pelas 19h, na Sala Manuel Félix Ribeiro. A edição deste DVD conta com a interpretação do pianista Nicholas McNair e tem a chancela da CP-MC.
Como é sabido, a imprensa regional dedicou grande relevância ao filme mudo Os Lobos, através do jornal A Voz da Serra, em 1922 e 1923, e do jornal Porta da Estrela, entre 2009 e 2017. Nestes jornais, ambos publicados em Seia, escreveram-se notáveis descrições da rodagem do filme e da sua estreia, mas também, investigação atualizada, reivindicações e exposições que foram remetidas à CP-MC.
Desde 2005 que decorrem diligências junto da CP-MC para a sua projeção em Valezim, Seia e São Romão, pois foram as terras escolhidas para a sua rodagem, entre novembro/dezembro de 1922 e janeiro e fevereiro/março de 1923, para além de Leixões, Foz do Douro, Senhora do Desterro, Nelas e Alto de Sazes.[1]
O filme tem 6 partes e trata-se da 2.ª versão (versão de reposição, em 1924), sendo que a 1.ª versão (versão de estreia, em 1923) tinha 8 partes e está desaparecida.
A comercialização do filme mudo Os Lobos consagra e dá projeção internacional ao concelho de Seia e, conforme escrevi em 2009, estão agora reunidas as condições para “a criação de uma rota de monitorização turística do cinema mudo (e sonoro) na Serra da Estrela, tendo em conta não só o valor histórico e cultural deste filme mas também de outros registos cinematográficos mudos e sonoros depositados na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema.”[2]
Mãos à obra!

[1] Outras localidades em estudo: Catraia de São Romão, Lapa dos Dinheiros, Loriga, Sazes da Beira e Torrozelo.
[2] Citação da investigação O concelho de Seia na História do Cinema Mudo em Portugal (Parte III), de Carlos Manuel Dobreira, editada no jornal Porta da Estrela, na sua edição n.º 866, de 30.06.2009, página 14.

Por: Carlos Manuel Dobreira

Siga-nos no twitter

Úteis

O Meu Jornal

Notícias Relacionadas

Subscreva as nossas noticias via RSS

Consulte os resultados desportivos

Produzido por ardina.com  
© Porta da Estrela - Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Email do Porta da Estrela: geral@portadaestrela.com.
  Topo