Porta da Estrela
Edição de 31-05-2017
Secções

Pesquisa

Utilidades
Subscrever RSS Subscrever RSS
Arquivo
Inquéritos
Última Hora
Pesquisa Avançada
Futebol
Farmácias
Tempo
Registo
Estatuto Editorial
Ficha Técnica
Assinaturas
Links

Registo

Última Hora

13-04-2017 17:13
Torroselo revive tradição secular do jogo dos púcaros
A aldeia de Torroselo, no concelho de Seia, na Serra da Estrela, vai reviver no sábado a tradição secular do jogo dos púcaros, que está associada à festa anual de São Bento, anunciou a organização.
Segundo Luís Silva, da Comissão de Mordomos da Festa de São Bento, o jogo dos púcaros é considerado «um dos jogos tradicionais mais antigos na região da Beira Alta». O jogo, que anualmente se realiza por altura da Páscoa na aldeia de Torroselo, que dista cerca de dez quilómetros da cidade de Seia, no distrito da Guarda, está aberto à participação de todos os interessados.
Luís Silva explicou hoje à Lusa que durante o jogo o concorrente desloca-se numa bicicleta antiga, vulgarmente conhecida por "pasteleira", e estará munido de um pau com o qual irá partir os púcaros de barro que na semana anterior foram entregues aos habitantes locais «para cada um rechear o púcaro com o que entender», como por exemplo dinheiro, conservas, farinha, água, tabaco, doçaria regional, entre outros produtos.
Os 50 púcaros utilizados no jogo estarão pendurados numa trave, a três ou quatro metros de altura.
«O participante, conforme vai partindo os púcaros, vai amealhando os prémios que nunca se sabe quais são», explicou o responsável.
O elemento da Comissão de Mordomos da Festa de São Bento indicou tratar-se de um jogo tradicional «muito divertido» e «sagaz», que «requer muita destreza e concentração» por parte dos jogadores. «Para o público é, de facto, muito divertido, pois normalmente existem quedas dos participantes que fazem rir quem observa. Há quem encha os púcaros com farinha e água, e até há quem [lhes] meta pombas dentro», contou.
Podem participar todos os interessados, pois apenas «é preciso alguma força e destreza para, em cima da bicicleta ‘pasteleira' ainda se levantarem com o pau na mão para partirem os púcaros». «Na sua maioria, participam jovens e adultos até aos 50 anos. Contudo, se alguém se sentir com preparação, o jogo não tem idade específica», disse o responsável, acrescentando que, em média, costumam participar entre 10 a 15 pessoas, que pagam dez euros pela inscrição, que é feita no local e na hora.
O jogo tradicional dos púcaros será realizado pelas 15:00 de sábado, no recinto da festa de São Bento, em Torroselo, Seia, que este ano inclui um programa que começa na sexta-feira e termina na segunda-feira.
«A tradição do jogo dos púcaros é centenária e sempre se realizou todos os anos nesta altura da Páscoa, servindo como ponto de convívio entre os torroselenses residentes na aldeia e os torroselenses que residem pelo país, principalmente a grande comunidade que reside em Lisboa, e que nesta altura do ano se concentram na aldeia em torno da festa de São Bento», disse Luís Silva.

Siga-nos no twitter

Subscreva as nossas noticias via RSS

Produzido por ardina.com  
© Porta da Estrela - Comentários sobre o site: webmaster@domdigital.pt.
Email do Porta da Estrela: geral@portadaestrela.com.
  Topo